Gnocchi de Polenta

Gnocchi de Polenta.
Chef Andrea Toscani.

Sobre o preparo

GNOCCHI, um prato simples, mas sofisticado por sua história e tradição. Como a polenta – preparo típico do norte da Itália – o gnocchi é muito conhecido no Brasil. A polenta é servida no Brasil comumente grelhada ou cremosa. Já na Itália, é comum que seja acrescentado manteiga, parmesão e alguma "trattoria" Friulana, onde se adiciona na receita até uma dose de "GRAPPA". A escarola com pancetta grelhada (o bacon) é preparo típico dos restaurantes italianos. Nesse preparo, o toque de brasilidade fica por conta do requeijão cremoso, queijo de origem brasileiro nascido em Minas Gerais e bastante difundido por todo o país. Então surge uma receita que reinventa a polenta com ingredientes da mesa brasileira.

Ingredientes para o Gnocchi

- 500 ml da água
- 100 g de farinha de polenta
- 2 gemas de ovo
- 50 g de parmesão ralado
- 50 g de manteiga
- sal

• Ingredientes para a guarnição

- 100 g de requeijão
- 100 g de molho bechamel
- 100 g de escarola
- 100 g de pancetta ou bacon
- 4 unidades de tomate rasteiro
- 1 dente de alho
- azeite de oliva
- sal e pimenta-do-reino

Modo de Preparo

Em uma panela, coloque 1/2 litro de água, 15g de sal e 25g de manteiga. Após ferver, retire do fogo e acrescente a farinha de polenta. Deixe cozinhar por 30 minutos mexendo de vez em quando. Após finalizar a polenta, acrescente as gemas e metade do parmesão. Disponha em uma forma com 1 cm de altura. Cortar com aro de 3 cm de diâmetro.
Aquecer o molho bechamel junto com o requeijão e espalhar no fundo de um prato. Saltear a escarola no azeite aromatizado com alho, acrescentar ao prato e colocar em cima os gnocchis de polenta gratinados com parmesão. Para finalizar, acrescentar pancetta ou bacon frito e tomate concasse. Polvilhar com queijo ralado.

Sobre o chef Andrea Toscani

Nascido em Veneza-Itália, Andrea Toscani é filho de pai Chef e mãe Boulangére. Por esse motivo, começou muito cedo a brincar com as panelas. Formado pelo instituto Alberghiero di Castelfranco Vêneto, começou a trabalhar como commis de cuisine nos hotéis de luxo de Veneza (Rialto, Europa, Regina, Excelsior, Mali Brant). Depois de viajar para descobrir novos sabores, morou na Alemanha durante 15 anos. Atuou como Chef em vários restaurantes e posteriormente como proprietário. Retornou para Itália, na região do Friuli, onde encontrou um novo estilo de casar vários ingredientes. Em seu Ristorante Pomodoro, em Curitiba, procura uma forma gostosa de mesclar a cozinha regional italiana com as várias especialidades. Além disso, o chef atua, também, como professor dos cursos de gastronomia do Centro Europeu, na capital paranaense. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário