Gruppo Campari anuncia distribuição de Riccadonna Asti no Brasil


Bebida, que é feita à base de uvas brancas Moscato d’Asti e tem origem italiana (DOCG), já está disponível no mercado brasileiro 

O Gruppo Campari, uma das principais empresas no setor de bebidas no mundo, traz para o Brasil o espumante Riccadonna Asti. A bebida, da categoria Moscato d’Asti tem graduação alcoólica de 7% e que já é conhecida em algumas regiões do país, tem seu preço sugerido em torno de R$ 50,00.
O Riccadonna Asti é um dos mais tradicionais vinhos brancos italianos da categoria espumante, feito de uvas brancas Moscato d’Asti, cultivadas na área de Asti, na região de Piedmont, norte da Itália. O espumante Riccadonna Asti por ser um Asti possui o certificado Denominazione di origine controllata e garantita (DOCG) - controle de qualidade emitido especialmente para vinhos e produtos alimentícios expedidos pelo governo italiano. A autenticidade garante que o produto foi produzido em uma região específica da Itália, usando todos os métodos que satisfaçam a qualidade padrão estabelecida. O DOCG é o nível mais alto de qualidade emitido pelo governo italiano para a proteção da origem de seus produtos. 
Riccadonna Asti é uma bebida suave, adoçada naturalmente e ideal para diversas ocasiões, também é um excelente acompanhamento para aperitivos e sobremesas.
“A decisão em trazer diretamente para o Brasil Riccadonna Asti chega num importante momento brasileiro, em que o consumidor está ávido por produtos de alta qualidade”, comenta Julka Villa, diretora de marketing da Campari do Brasil. “Com certeza este é um produto que estará presente nas mais variadas celebrações brasileiras”, finaliza Julka.
Líder em sua categoria na Austrália e Nova Zelândia, Riccadonna Asti chega ao Brasil como uma nova opção para os consumidores brasileiros. A marca histórica de vinhos, Riccadonna, foi fundada na região de Canelli, em 1921 e tem no seu portfólio os nomes mais importantes de espumantes, como Riccadonna Asti, Riccadonna Prosecco, Riccadonna Rose e Riccadonna Allegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário