Laramara participou do XX Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação Visual

Pentop.

A Laramara, Associação Brasileira de Assistência ao Deficiente Visual, marcou presença no XX Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação Visual, que ocorreu entre 12 e 15 de setembro, no Palácio das Convenções do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1209 – Santana), em São Paulo. No estande da instituição, frorão expostos e vendidos produtos de tecnologia assistiva, brinquedos e livros pedagógicos. Além disso, houve uma trilha sensorial para o público e uma exposição de obras de arte dos alunos da Laramara.
Durante o evento, a fundadora e presidente da Laramara, Mara Siaulys, e especialistas da equipe multidisciplinar da instituição, ministraram palestras sobre assuntos importantes para o aperfeiçoamento da área da deficiência visual.

Confira abaixo os produtos de tecnologia assistiva que estiveram no evento:

Display Braille Brailliant 40 da Humanware - Reproduz instantaneamente em Braille toda a informação que aparece na tela do computador, permitindo à pessoa com deficiência visual ou com surdocegueira usar o computador apenas com o tato.
Vídeo-ampliador Merlin LCD - Sistema que projeta e amplia, em até 70 vezes, qualquer material impresso, em uma tela de LCD, como livros e revistas. Esse recurso é voltado a pessoas com baixa visão. Possui uma câmera fixa, que capta a imagem, colocada acima de uma bandeja com rolamento, que permite facilmente movimentar o material impresso sobre ela, nas direções vertical e horizontal.
Vídeo-ampliador manual Winmax - Sistema que projeta e amplia, em até 70 vezes, qualquer material impresso, em uma tela de LCD, como livros e revistas. Este recurso é voltado a pessoas com baixa visão. A câmera desse recurso está localizada dentro do mouse, que capta as informações ao ser movimentado sobre o material de leitura.
Vídeo-ampliador Pebble Mini - Sistema de vídeo-ampliação leve, de bolso, que projeta em uma tela LCD de 3 polegadas. Amplia de 2 até 10 vezes qualquer material impresso.
Vídeo-ampliador Pebble - Sistema de vídeo-ampliação leve, de bolso, que projeta em uma tela LCD de 4.3 polegadas. Amplia de 2 até 10 vezes qualquer material impresso.
Máquina Braille Laramara – Esse produto facilita a escrita em Braille de todas as letras comuns do alfabeto. Possui seis teclas para cada um dos seis pontos, que constituem uma cela Braille e teclas de espaço, além retrocesso e avanço de linha.
Impressora Braille Basic D - Permite imprimir rapidamente em Braille textos de arquivos do computador, que um software converte instantaneamente em Braille. Velocidade da impressora: 300 páginas por hora.
Relógios falantes - Relógios sonorizados que falam a hora e as configurações de horas e alarmes mediante voz sintetizada.
Relógios Braille - Relógios de ponteiro cujas tapas de vidro podem ser levantadas para a pessoa sentir com o dedo a posição dos ponteiros de hora e minuto.
Despertador falante - Relógio despertador sonorizado que fala a hora e as configurações de horas e alarmes mediante voz sintetizada.
Pentop - O Pentop é um rotulador de objetos com voz. Seu sistema possibilita rotular qualquer objeto (CDs, embalagens de remédio ou de comida, roupa etc.) mediante pequenas etiquetas numeradas, às quais podem ser associadas descrições gravadas com a própria voz do usuário, por meio de uma "caneta" provista de microfone e altofalante. O Pentop é capaz de reconhecer o número de cada etiqueta simplesmente encostando-se a ela. Isso permite que as pessoas com deficiência visual que não conhecem o Braille (as pessoas com cegueira comumente marcam seus objetos pessoais com etiquetas em Braille) possam também fazê-lo. Além disso, registra descrições mais detalhadas, pois a única limitação é o tamanho do cartão de memória da "caneta" (até 4 GB).
Cadeado acessível - O cadeado funciona não com um segredo numérico, mas com uma combinação de até 16 movimentos seguidos de um disco que pode se movimentar em 4 direções distintas: para cima, para baixo, para a esquerda e para a direita. Com 4 movimentos, existem 256 combinações distintas; com 16, são 4.294.967.296. Esse produto é voltado para pessoas com deficiência visual, pois podem facilmente movimentar o disco nas quatro direções apenas segurando o cadeado com uma mão e movimentando o disco com a outra, sem necessidade da visão.
Calculadora Falante - Calculadora sonorizada com funções básicas. Reproduz com voz sintetizada todas as teclas quando pressionadas e os números e os resultados, que aparecem no visor.

Laramara na XX Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação Visual

Data/ Horário: quarta-feira, dia 12, das 8h30 às 20h30; quinta-feira, dia 13, 7h30 às 21h30; sexta-feira, dia 14, 7h30 às 20h30; sábado, dia 15, 7h30 às 13h30.
Local: Palácio das Convenções do Anhembi - Av. Olavo Fontoura, 1209 – Santana (estande 38)

Sobre a Laramara

Laramara é uma das mais atuantes instituições especializadas em deficiência visual do Brasil e um centro de referência na América Latina na inclusão social da pessoa com deficiência visual. Realiza atendimento educacional especializado, com ações complementares e atividades específicas essenciais à aprendizagem e desenvolvimento das pessoas com deficiência visual e com deficiências associadas. As atividades socioeducativas são realizadas em grupos, organizados por faixa etária e os usuários dispõem ainda de atendimentos específicos de Braille, Soroban, Desenvolvimento da Eficiência Visual (Baixa Visão) e Orientação e Mobilidade. Disponibiliza recursos humanos para a inclusão, colabora para o aperfeiçoamento e a capacitação de profissionais e divulga suas experiências e aquisições para todo o Brasil, por meio de 30 recursos instrucionais produzidos por sua equipe, como livros, manuais e DVD's, contribuindo para que todas as crianças brasileiras possam ser educadas e beneficiadas. Laramara trouxe para o Brasil a fabricação da máquina Braille e da bengala, indispensáveis para a educação e a independência da pessoa cega. Buscando a inclusão profissional de jovens e adultos com deficiência visual, ampliou seu projeto educacional incluindo a preparação para o mundo do trabalho e vem desenvolvendo um programa para os jovens maiores de 17 anos. Laramara, desde sua fundação, acreditou no valor do brincar e do brinquedo para a interação com a criança e para facilitar o desenvolvimento infantil; defende o direito da criança com deficiência visual a um aprendizado alegre e prazeroso, com brincadeiras e otimismo e continua cada vez mais unida em torno deste ideal. O trabalho da Laramara, que agora completa 21 anos, atua efetivamente no estado de São Paulo e procura colaborar também para a inclusão das pessoas com deficiência visual em todo o Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário