Novas indústrias em Itapetininga‏

Itapetininga apresenta excelentes perspectivas no agronegócio. O setor leiteiro recebeu grandes investimentos, com as empresas Castrolanda e Batavo, além da expansão da Colaso. Uma outra empresa ainda pode se instalar na cidade, mas ainda está em fase de negociação. A Utilfértil também foi comprada por uma gigante canadense. No total, os investimentos no setor podem chegar perto dos R$ 100 milhões, sendo mais de R$ 80 milhões da Castrolanda/Batavo e R$ 20 milhões da Colaso.
De acordo com a Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento, o município ainda pode receber um entreposto de agronegócio, que geraria 500 empregos diretos e indiretos. Consultores do setor ressaltam ainda que o momento é muito propício para pequenos produtores investirem na área, já que o Banco do Brasil oferece financiamentos para produtores rurais.
Não é só na área da Agroindústria que Itapetininga merece destaque. Em 2013 uma nova indústria química se instalará no município, produzindo resinas que serão utilizados na nova fábrica da Duratex, com quem a empresa tem um contrato de oito anos, prorrogável por mais oito. O investimento da primeira fase será de R$ 22 milhões e o da segunda fase será de R$ 24 milhões.
Outro importante investimento será o da multinacional inglesa Reckitt Benckiser, a industria química recebeu da Cetesb, licença prévia para instalar uma fábrica de produtos de limpeza e polimento, às margens da Rodovia Raposo Tavares, no bairro do Porto, em Itapetininga. A indústria de origem inglesa comprou 60 alqueires no referido local. Serão investidos mais de R$ 100 milhões na primeira fase das obras e gerados 150 empregos diretos e 300 indiretos. A previsão é que a obra inicie ainda neste ano e entre em operação no final de 2013.
O Executivo mandou para a Câmara a ortoga de cessão para instalação de um moderno Frigorífico de Pescado, que joje como entreposto já atende cerca de 15 cidades, sendo a única desta natureza na região.
A empresa irá criar aproximadamente 10 empregos diretos na área industrial e outros na área administrativa, que deverão ser contratados em nosa cidade, além de cerca de 30 empregos indiretos.
O investimento para os próximos doze meses será de um milhão e quinhentos mil reais, com previsão de um faturamento de um milhão e oitocentos mil e previsão de crescimento de 30% nos próximos anos.
Além diso, o Executivo também mandou para a Câmara a ortoga de cessão para instalação da empresa REALDESC INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PRODUTOS DESCARTÁVEIS, uma ind´suria na área de fabricação de equipamentos e acessórios para segurança pessoal e profissional.
A empresa irá criar aproximadamente 100 novos empregos diretos na área industrial e administrativa, além de 300 empregos indiretos.
O investimento para os próximos doze meses será de um milhão de reais, com previsão de um faturamento de três milhões e previsão de crescimento de 50% nos próximos anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário